5 Dicas Para Conquistar um Homem Bonito

A “beleza está dentro”, frase famosa que se popularizou a partir do sucesso do filme da Disney “A Bela e a Fera”, é, convenhamos, algo relativo.

Embora seja verdade que, à primeira vista, os homens podem dispensar uma parceira em potencial com base em sua atratividade, também é verdade que você pode chamar a atenção de um menino mais bonito aguçando outros aspectos físicos e, principalmente, a personalidade.

E é que ter sido agraciado com um bom código genético é ótimo, mas se não vier acompanhado de outras qualidades não visíveis ao olho humano, pois não é legal.

Enfim, acreditamos que todas as mulheres são bonitas se souberem tirar proveito disso. Então, se você está interessado em um homem que você acha que está fora de suas possibilidades, preste atenção a estes 5 truques infalíveis para fazê-lo notar você. O resto é com você …

Melhore a aparência

Não é preciso um rosto de modelo ou um corpo de ginástica para chamar a atenção de um homem. Pelo menos nem sempre.

Mas o importante é melhorar o estilo e a aparência, para aproveitar melhor. Uma mudança de penteado, usar roupas que realçam suas forças … Se você ficar bonita vai ganhar mais autoconfiança, algo que é muito sexy para os homens.

Sorrir

Um bom sorriso é a melhor carta de apresentação. Garotas alegres, engraçadas e legais têm mais chances de flertar do que aquelas que são brandas e sem senso de humor, não importa o quão bonitas e boas elas sejam.

Então deixe de lado a  timidez, a  insegurança  e o desejo de quem te ver, de se tornar muito mais  aberto e sociável.

Hobbies comuns

Informe-se sobre seus gostos, para saber se vocês têm hobbies em comum. Desta forma, você já tem uma desculpa para ter uma conversa descontraída e, se for relacionada a algo pelo qual você é apaixonado, uma boa energia fluirá entre vocês. E isso é um bom começo.

Leia também: Frases para enlouquecer um homem

Naturalidade

Se você tiver a chance de conversar com ele, relaxe. O mais importante é que você se mostre você mesmo e se comporte da maneira mais natural possível.

Para demonstrar um pouco de interesse, ouça com atenção o que ele está dizendo e faça algumas perguntas para manter a conversa.

Seja Alegre

Homens bonitos estão acostumados com a média das mulheres dançando água, rindo de suas piadas ruins e fazendo qualquer coisa para estar com eles.

Fazer algumas piadas sobre sua metrossexualidade ou sua aparência diferencia você. Isso funciona para o fator uau. Se você trata um homem bonito – que sabe que ele é bonito e se preocupa muito com sua aparência – de uma maneira não familiar, você o deixa “fisgado”.

Isso funciona com homens bonitos que sabem que são bonitos e se preocupam muito com sua aparência. Se você está lidando com um homem bonito que não sabe que é bonito ou que não está interessado em sua aparência, isso não funciona.

Saiba qual é a função da Próstata

Desde cedo é sempre muito importante entender qual é a função da próstata, especialmente porque os homens são muito afetados por problemas nessa glândula, tal como o câncer.

Você sabia que essa é uma condição que afeta 68 mil brasileiros todos os anos e pode causar cerca de 14 mil mortes? Por isso mesmo é que a prevenção é sempre a melhor alternativa, sendo essencial tomar certos cuidados principalmente depois dos 40 anos de idade, quando já é recomendado tomar Prostatricum para prevenir este mal.

É por isso mesmo que a seguir vamos falar um pouco mais sobre a próstata, como ela funciona, para que serve e outros detalhes importantes:

  • O tamanho da próstata

A próstata é uma glândula que faz parte do sistema reprodutor masculino que fica abaixo da bexiga e em volta da uretra. Ela tem ligação direta com as vesículas seminais, que são as responsáveis pela produção do sêmen.

Em homens em idade adulta, o tamanho médio da próstata é semelhante ao tamanho de uma noz, mas pode ser um pouco maior em homens mais velhos.

  • Qual a função e a importância da próstata

A próstata é um órgão que compõe o sistema reprodutor masculino e sua função é produzir um líquido alcalino que forma cerca de 10% a 30% do sêmen.

Então, durante a ejaculação, esse líquido se soma ao esperma com a intenção de não apenas nutrir mas também proteger os espermatozoides durante o seu processo de deslocamento.

É esse líquido que também ajuda a neutralizar a acidez da vagina, possibilitando que o espermatozoide viva por mais tempo.

  • Doenças associadas à próstata

A hiperplasia prostática é a condição mais comum associada à saúde da próstata. Ela ocorre quanto a próstata aumenta de tamanho e isso pode levar à compressão da uretra e da bexiga, gerando problemas urinários.

De uma forma geral, essa condição afeta mais os homens a partir dos 50 anos de idade e os são vários os fatores de risco relacionados. Dentre eles, podemos citar o sedentarismo, histórico familiar, obesidade, diabetes tipo 2 e outros.

O tratamento para ele pode ser desde mudanças de estilo de vida até cirurgia.

Já o câncer de próstata é a forma de câncer mais comum em homens, sendo muito perigoso porque não apresenta sintomas nas fases iniciais. Por isso é tão importante realizar exames preventivos anualmente.

Se houver indícios, será preciso fazer biópsia e caso seja confirmado o tumor, é importante exames complementares e iniciar o tratamento.

Estrias – Quais as principais causas

As estrias são cicatrizes de cor branca, rosada ou avermelhada que aparecem na pele. As regiões mais comuns do corpo que as estrias aparecem são: barriga (abdômen), coxas, quadril, braços, mamas e costas.

Como não apresenta nenhum desconforto físico, muitas vezes só são percebidas quando já estão grandes demais.

O surgimento das estrias, por seu aspecto antiestético, afetam a autoestima dos homens e principalmente das mulheres, muitas vezes se tornando um motivo de vergonha, prejudicando até mesmo a vida social das pessoas, felizmente atualmente a maior parte delas pode ser praticamente eliminadas com Silk Skin, um creme para estrias com mais de 90% de eficácia.

Quais as principais causas?

Nossa pele, graças ao colágeno, possui a propriedade de esticar e encolher. Esta elasticidade, porém, tem um limite. Quando a pele sofre um estiramento excessivo, ocorre um rompimento a um nível mais profundo, surgindo a estria.

As causas para que isto ocorra podem ser:

  • Estiramento da adolescência

Nesta fase, da adolescência, o corpo passa por várias transformações. É um período muito propicio para o surgimento de estrias nos seios, coxas e quadril.

  • Efeito sanfona

Em qualquer idade, ganhar e perder peso de forma excessiva e rápida provoca o que é conhecido como efeito sanfona. Neste efeito o estiramento passa do limite da elasticidade da pele provocando a ruptura e o surgimento das estrias.

  • Gravidez

A gravidez é uma das causas mais comuns para o surgimento de estrias nas mulheres. Existe aí uma combinação de 3 fatores: uma grande produção de hormônios, o aumento do peso e a expansão do abdômen.

  • Prótese mamária

Muitas pessoas não sabem, mas o implante de prótese mamaria, de acordo com o tamanho, pode provocar um estiramento exagerado da pele resultando na sua ruptura e o surgimento de estrias nesta região.

  • Fatores genéticos

Alguns especialistas afirmam que devido a fatores genéticos algumas pessoas têm uma propensão maior para formar estrias.

  • Medicamentos

Algumas medicações, como por exemplo os corticoides (tanto pomada como comprimidos) podem apresentar as estrias como efeito colateral.

  • Falta de hidratação

A hidratação é uma condição básica para manter uma pele com elasticidade. Uma pele seca está bem mais suscetível a um estiramento e rompimento, principalmente na adolescência e durante a gestação.

  • Deficiência nutricional

Uma alimentação carente de vitaminas, minerais e fibras prejudicam a produção do colágeno que é essencial para elasticidade e sustentação da pele.

Todos excessos na alimentação também devem ser evitados, principalmente do açúcar que é extremamente prejudicial na função do colágeno.

Sabemos que algumas causas são difíceis de serem evitadas, como a gravidez ou a fase da adolescência por exemplo. Porém, através de alguns hábitos saudáveis e tratamentos estéticos que estão disponíveis e possível prevenir ou contornar este problema.

9 Dicas simples para prevenir ou aliviar as varizes

As varizes podem ter várias causas, desde idade, genética, inatividade física, ocupação ou algum trabalho que obrigue a ficar de pé, gravidez ou sobrepeso, e elas surgem em decorrência de um mal funcionamento das válvulas que acabam fazendo com que o sangue se acumule, não retornando ao coração.

Dentre os sintomas, podemos citar inchaço, sensação de “peso”, dor e edema nas pernas como os mais comuns.

Além desses sintomas, o aspecto desagradável das veias dilatadas e salientes nas pernas acaba, na maioria das vezes, interferindo, também, na autoestima das mulheres.

Quer conhecer algumas dicas para proteger suas pernas e evitar o surgimento  ou agravamento das varizes? Confira abaixo.

1. Não fique muito tempo numa mesma posição

Ficar muito tempo de pé, todos os dias, ou mesmo sentado, pode aumentar em 60% o risco de ter varizes, já que possibilita o acúmulo de sangue.

Ao se sentar, procure apoiar os pés no chão ou cruzar os tornozelos, evitando cruzar as pernas nos joelhos, pois isso comprime e fecha as veias, dificultando o fluxo sanguíneo.

Se trabalhar sentado, procure se esticar e flexionar os pés para favorecer a circulação.

Se trabalhar horas de pé, procure a cada hora ficar na ponta dos pés, sustentando o peso ora com um pé, ora com o outro, flexionando as pernas e caminhando sem sair do lugar.

2. Procure elevar as pernas

Certamente, ninguém pode passar o dia todo com as pernas elevadas, a dica, portanto, é deitar-se em casa, ao menos, uma vez por dia, na hora de dormir, ou enquanto assiste TV, levantando as pernas acima do nível do coração, apoiando-as em almofadas ou contra a parede. Essa posição permite que o sangue vá para o coração sob a ação da gravidade, em vez de se acumular nas veias das pernas e dos pés.

3. Emagreça

Para não sobrecarregar as veias,  é preciso se manter no peso adequado. Pesquisas apontam que o sobrepeso e a obesidade aumentam, em até 58%, o risco de varizes segundo. A dica é se exercitar, assim além de emagrecer também reduzirá o risco de problemas venosos.

4. Se exercite

Até para emagrecer, os exercícios favorecem quem sofre de varizes ou tem propensão a tê-las. Se falar que o exercício físico, mesmo que bem leve, é fundamental para prevenir outros problemas circulatórios.

5. Viagens mais longas exigem atenção

Ficar parado numa mesma posição, por longos períodos de tempo, pode ser perigoso. Por isso, em viagens mais longas, procure movimentar a pernas algumas vezes durante o percurso, e em viagens de ônibus ou carro, aproveite  as paradas para sair do veículo e caminhar um pouco.

6. Aposte em meias elásticas

Aposte em meias elásticas, pois elas comprimem as pernas, diminuindo o acúmulo de sangue e, dessa forma, ajudam a aliviar a dor e, até mesmo, a prevenir as varizes.

Antes de usar, no entanto, consulte seu médico.

Uma coisa interessante é fazer o uso do creme varigold além do uso da meia, mas antes recomendo que leia a bula do varigold antes de fazer o uso dele juntamente com a meia.

7. Evite usar salto alto constantemente

Embora nenhum estudo comprove que um salto agulha alto possa causar varizes, sem dúvida, ele diminui a capacidade dos músculos da panturrilha para bombear o sangue para o coração ao caminhar.

8. Invista em Massagens

Massagens ajudam a irrigar o sangue, por isso, investir em massagens é uma boa medida para amenizar o desconforto causado pelas varizes. Procure fazer massagens de baixo para cima nas pernas, de preferência, usando loções com álcool e extrato de arnica.

9. Evite fazer força no banheiro

Evite fazer muita força na hora de defecar, pois isso aumenta a pressão nas veias das pernas. Segundo pesquisas, essa força quase duplica o risco de problemas venosos nos homens. A dica, para facilitar a evacuação, é procurar beber bastante água durante o dia e aumentar a ingestão de fibras.

Como tratar a prostatite

Para entender o que é próstata irritada, ou prostatite, primeiramente, é preciso saber que a próstata é uma glândula, bem pequena, localizada logo abaixo da bexiga e na frente do reto, envolvendo a uretra que é o tubo que transporta a urina da bexiga, sendo a responsável por produzir a maior parte do sêmen.

Como é possível imaginar, sua localização sugere que qualquer problema apresentado por essa glândula, certamente, irá afetar alguns importantes órgãos.

Assim, quando ocorre a Próstata irritada, que é a inflamação da próstata, isso pode gerar muita dor e inchaço, além de problemas de micção, disfunção sexual e problemas gerais de saúde, como cansaço e depressão.

Diagnóstico

O diagnóstico da próstata irritada é feito após o médico examinar a próstata do paciente e da coleta de sua urina.

Para o exame da próstata, o médico realizará um exame retal digital, feito através da inserção de um dedo enluvado, devidamente lubrificado, no reto, para verificar qualquer anormalidade nessa glândula.

Geralmente, durante esse exame, o  médico aproveita para coletar uma amostra do fluido da próstata, para que seja analisado.

Dependendo do caso, dos sintomas relatados, o médico também pode querer realizar um teste de antígeno específico da próstata, para verificar a quantidade deste produto químico no sangue.

Lembrando que tanto a próstata irritada quanto o câncer de próstata podem aumentar o nível de PSA do paciente.

A incidência de Próstata irritada

De acordo com pesquisas, sobre a incidência de próstata irritada em homens durante sua vida útil, ela chega a 50%.

Esses mesmos estudos indicam que cerca de 5% a 10% dos homens experimentarão próstata irritada, ou prostatite,  em algum momento, fasendo dessa uma das doenças urológicas mais comuns.

Tipos de Próstata irritada

Durante anos a próstata irritada, ou prostatite foi subdividida em diversas categorias, porém, atualmente, ela está sendo dividida nas seguintes categorias:

  • Bacteriana
  • Aguda
  • Crônica

Tipo mais comum

Dentre todas as categorias, o tipo mais comum de próstata irritada, ou prostatite é a prostatite não bacteriana.

Sintomas de Prostatite não bacteriana

Dentre todos os sintomas, os mais comuns são micção freqüente e dor no abdome inferior ou na região lombar. E estresse e atividade sexual irregular estão entre as principais causas.

  • Tratamentos

O tratamento mais comum pode incluir medicamentos anti-inflamatórios ou relaxantes musculares, tomar banhos quentes, beber líquidos extras, aprender a relaxar ao urinar e ejacular com freqüência. Em alguns casos pode também ser recomendada alguma mudança na dieta.

Sintomas da Prostatite bacteriana aguda

Os sintomas mais comuns são febre e calafrios, dor lombar, micção frequente e dolorosa, fluxo fraco ao urinar e micção pouco frequente.

Alguma bactéria, vírus ou uma doença sexualmente transmissível estão entre as principais causas desse tipo de prostatite.

  • Tratamentos

O tratamento desse tipo de prostatite, geralmente, inclui antibióticos, repouso no leito, amaciante das fezes e aumento da ingestão de líquidos.

Sintomas da Prostatite crônica

Os sintomas vão desde infecções freqüentes da bexiga, micção freqüente e dor persistente na região inferior do abdômen ou nas costas.

A causa pode ser bacteriana ou uma inflamação da próstata.

  • Tratamentos

O tratamento desse tipo de prostatite, geralmente, é feito com o uso de medicamentos ou suplementos naturais (geralmente antibióticos), mudanças na dieta e suplementos, veja o melhor suplemento para próstata que existe no mercado e escolha para fazer o uso de forma natural e sem correr risco a sua saúde.

10 dicas para perder peso com saúde

Quer perder peso, mas não consegue seguir dietas? Gostaria de perder peso mas, sem prejudicar a saúde? Então, esse artigo é para você!

Acredite, assim como você, muita gente tem dificuldades de seguir dietas, cortar determinados alimentos e passar privações. Na verdade, comprovadamente, essas dietas que exigem sacrifícios tendem a não dar certo, pelo menos, a longo prazo. Por isso, o ideal é apenas adotar alguns hábitos e mudar outros, investindo em uma vida  mais saudável.

Para lhe ajudar nisso, separamos aqui 10 dicas (de ouro) que se levadas à risca, com certeza, vão lhe ajudar a perder peso, com saúde! Confira.

Nunca saia de casa em jejum

A não ser que vá fazer exame de sangue, ou coisas do tipo, evite sair de casa em jejum. Invista em um bom café da manhã para começar seu dia. Embora todas  as refeições sejam importantes, um bom café da manhã vai ajudar a acelerar o metabolismo e ter mais energia para realizar as tarefas do dia.

Invista em alimentos que você gosta

Certamente, ninguém está dizendo que deve viver de hambúrguer e fritas, mas se você escolhe uma dieta com alimentos que você não gosta, com certeza, ela não vai dar certo. O segredo é adotar no cardápio alimentos que você gosta, sem cortar completamente os considerados “proibidos”.

Fuja de bebidas industrializadas

O ideal é optar por água e chás sem açúcar e, com certeza, a balança irá mostrar a diferença. Mas, como já foi dito, se não consegue viver sem refrigerante, pelo menos, diminua o consumo, nada de extremismo.

Aposte em pequenas porções ao longo do dia

Quando o assunto é perder peso, a dica é manter o corpo sempre ativo, comendo em intervalos e porções menores. Inclusive, isso ajuda a evitar a gula.

Opte por alimentos mais proteicos e ricos em fibras

Comprovadamente, as proteínas e fibras ajudam a saciar a fome por mais tempo. Estudos comprovaram que comidas ricas em fibras e proteínas ajudam a evitar a gula.

Escute o seu corpo

Aprenda a ouvir seu corpo e entender os sinais de fome. Mas não espere para sentir fome para preparar algo, pois a tendência é cair em tentações. Planeje suas refeições, com alimentos saudáveis. E jamais vá ao supermercado com fome!

Leve marmita para o trabalho

Acredite, almoçar fora acaba atrapalhando, e muito, a perda de peso.  A melhor opção é preparar sua própria comida e levar na marmita. Dessa forma, evitará cair em tentações, principalmente, quando se está com muita fome. Tenha em mente que a fome não faz as melhores escolhas.

Invista em alimentos naturais e pouco processados

Procure ter uma alimentação rica em frutas, legumes, verduras, oleaginosas, azeite (gorduras boas), cereais integrais e peixes. E para manter o metabolismo equilibrado, aposte em alimentos in natura, que são ricos em antioxidantes e muitos nutrientes.

Prefira refeições sólidas

Muita gente que faz dieta costuma substituir suas refeições por shakes, smoothies e outras vitaminas, que embora até possam acelerar a perda de peso, exigem um certo cuidado, pois mesmo sendo ricas em nutrientes, não devem substituir as principais refeições. Acredite, nosso organismo absorve líquido mais facilmente, o que quer dizer que logo estará com fome novamente.

Procure dormir bem

Embora nem sempre se possa ter o controle sobre o sono, estudos comprovaram que  um cérebro cansado tende a desejar alimentos gordurosos, calóricos e “proibidos”. Ou seja, ao privar o corpo do sono, nosso centro de recompensa do cérebro ativa “desejos” e “vontades” nada saudáveis.